Feliz Dia da Criança com imagens de Donald Zolan

Feliz Dia da Criança com imagens de Donald Zolan














O Dia das Crianças é uma data comemorada em diferentes países. De acordo com a história e o significado da comemoração, cada país escolhe uma determinada data e certos tipos de celebração para lembrar de seus menores. Ao mesmo tempo, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) convencionou o dia 20 de novembro para se comemorar o dia das crianças.

A escolha desta data se deu porque nesse mesmo dia, no ano de 1959, o UNICEF oficializou a Declaração dos Direitos da Criança. Nesse documento, se estabeleceu uma série de direitos válidos a todas as crianças do mundo como alimentação, amor e educação. No caso brasileiro, a tentativa de se padronizar uma data para as crianças aconteceu algumas décadas antes.

Em 1923, a cidade do Rio de Janeiro, então capital do Brasil, sediou o 3º Congresso Sul-Americano da Criança. No ano seguinte, aproveitando a recente realização do evento, o deputado federal Galdino do Valle Filho elaborou o projeto de lei que estabelecia essa nova data comemorativa. No dia 5 de novembro de 1924, o decreto nº 4867, instituiu 12 de outubro como data oficial para comemoração do Dia das Crianças.

Entretanto, a data não se tornou uma unanimidade imediata. Somente em 1955, a data começou a ser celebrada a partir de uma campanha de marketing elaborada por uma indústria de brinquedos chamada Estrela. Primeiramente, Eber Alfred Goldberg, diretor comercial da empresa, lançou a chamada “Semana do Bebê Robusto”. O sucesso da campanha logo atraiu a atenção de outros empresários ligados à indústria de brinquedos.

Com isso, lançaram uma campanha publicitária promovendo a “Semana da Criança” com o objetivo de alavancar as vendas. Os bons resultados fizeram com que esse mesmo grupo de empresários revitalizassem a comemoração do “12 de outubro” criado pelo deputado Galdino. Dessa forma, o Dia das Crianças passou a incorporar o calendário de datas comemorativas do país.

Por Rainer Sousa





São pequeninos seres
Que em tudo dependem de nós
Dentro deles há um espírito que muito precisa aprender
Cabe a nós, adultos, a tarefa de lhes dar orientação

Não há nada mais doce, mais sublime, mas gratificante, mais calmante do que o sincero sorriso de um bebê. Ele sorri, não porque acha graça, ele sorri, porque é a única maneira que conhece de se comunicar com os outros seres que estão à sua volta. É algo forte, sincero, que não vem da mente, mas do coração.

São seres pequeninos, frágeis, dependentes, mas que tem muito a nos ensinar. Eles não têm malícia, são seres puros.

Pudéssemos nós, sermos como crianças e nosso mundo seria melhor, muito melhor.

Pena que todos, um dia nos tornamos adultos, egoístas e insensatos.

Neste mundo, tudo depende das crianças, se quisermos um mundo melhor no futuro, isso depende do que ensinarmos hoje para elas, tudo depende do exemplo que estamos dando, dos ensinamentos que estamos ministrando às nossas crianças.

Dia 12 de outubro é o “dia das crianças”, o dia do futuro.

Nós que hoje estamos na terceira idade, os que já morreram, fomos irresponsáveis e inconseqüentes com o que seria o nosso próprio futuro, hoje temos que assumir as conseqüências. O século passado foi o século das descobertas, do desenvolvimento, porém não foi o século da preparação para o futuro, a Terra está agredida e a natureza responde da única forma que sabe, atacando, revidando.

Reflitamos neste “dia das crianças”, que não seja somente um dia de brinquedos e brincadeiras, mas um dia de reflexão, que cada adulto, cada pai, cada professor tome sobre si a responsabilidade de conscientizar nossas crianças de quanto o futuro delas depende de como agimos no presente.

2 comentários :

  1. obrigada pelo carinho, lindas imagens,...
    fica com deus
    Cris

    ResponderExcluir
  2. Que imagens lindas de uma infância que traz saudades!

    ResponderExcluir

Olá leitora, assim que puder respondo com muito carinho.
Obrigado pelo recadinho!!!