;

Cadastre seu email aqui para receber grátis os Posts

Mostrando postagens com marcador dia dos pais. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador dia dos pais. Mostrar todas as postagens

O Square Coração em crochet e a história do dia dos Pais

O Square Coração em crochet e a  história do dia dos Pais

O Square Coração em crochet e a  história do dia dos Pais

O Square Coração em crochet e a  história do dia dos Pais

O Square Coração em crochet e a  história do dia dos Pais

O Square Coração em crochet e a  história do dia dos Pais

Um feliz Dia à todos os Pais e coloco a minha criação com a ajuda do Coração criado pela Sônia Maria para enfeitar ainda mais esse dia, que também é o aniversário de uma pessoa muito especial...
Usei linha nas cores cinza chumbo,rosa e rosa bebê e ainda não fiz o gráfico deste meu Square, mas postarei assim que puder.
E um Feliz Dia dos País e um Feliz Aniversário ao meu Maridão...

E um Feliz Dia dos País e um Feliz Aniversário ao meu Maridão...

Mais alguns corações em crochet abaixo:


O dia dos pais no Brasil é comemorado no segundo domingo de agosto. Isso faz com que haja uma variação na mesma, caindo em dias diferentes.

A história mais conhecida em comemoração ao dia dos pais é a de William Jackson Smart, um ex-combatente da guerra civil que perdeu sua esposa quando os seis filhos eram ainda bem pequenos, criando-os sozinho. Sua filha Sonora Smart resolveu homenageá-lo, no ano de 1909, em razão da admiração que sentia, por este ter dedicado sua vida aos filhos e ter conseguido criá-los muito bem. A data escolhida foi a de nascimento de Willian, dezenove de junho.

Aos poucos a data passou a ser difundida a outras famílias da cidade onde moravam, no estado de Washington, sendo espalhada por todo país, até que o presidente Richard Nixon tornou-a oficial.

Porém, o primeiro registro de homenagem a um pai surgiu na antiga Babilônia, há mais de quatro mil anos, onde um jovem modelou e esculpiu um cartão para seu pai, desejando sorte, saúde e muitos anos de vida.

Nos Estados Unidos a data ficou estabelecida para ser comemorada no terceiro domingo de junho, assim como África do Sul, México, Canadá, França, Turquia, Venezuela, dentre outros. Na Austrália e Nova Zelândia a comemoração acontece no primeiro domingo de setembro; na Rússia, no dia vinte e três de fevereiro; na Tailândia, no dia cinco de dezembro; e na Itália, no dia 19 de março, dia de São José.

A data passou a ser comemorada no Brasil a partir de 1953. Várias entidades da imprensa se juntaram a fim de promover um concurso onde homenageariam três tipos de pais: o pai com maior número de filhos, o pai mais jovem e o pai mais velho. Os vencedores foram um pai com trinta e um filhos, um pai de 16 anos e um pai com 98 anos.

Ao se tornar pai, o homem passa a ter responsabilidades com seus filhos, devendo sustentá-los de forma digna, dar-lhes atenção, amor, carinho e proteção.

Segundo a Constituição Federal do Brasil, de 1988, o pai tem direito a cinco dias de licença após o nascimento de seus filhos, onde terá tempo para auxiliar a mãe do recém-nascido e fazer o registro do mesmo, em cartório.

O sucesso da comemoração dessa data é muito grande, movimentando bastante o comércio, pois os filhos oferecem presentes aos seus progenitores. Neste dia, os pais recebem atenção e carinho, tornando a data um dia diferente e muito especial para todos.

Feliz Dia dos Pais

Deus pegou a força de uma montanha,a majestade de uma árvore, o calor de um sol de verão, a calma de um mar tranquilo,
a generosidade da natureza, os confortáveis braços da noite, a sabedoria das eras, o poder do vôo da águia, a alegria de uma manhã de primavera,a fé de uma semente de mostarda,a paciência da eternidade e o centro da necessidade de uma família.
Depois Deus juntou todos esses ingredientes e quando percebeu que nada mais havia para acrescentar,
Ele viu que Sua obra-prima estava completada.
Olhou para essa obra e disse:
"A tua missão é sagrada. Vai para a vida , vai !
Só falta eu te dar um nome:
eu te batizo de Pai"
Vai... Tens todo o meu apoio !
(autor desconhecido)