Procure aqui a receita:
Mostrando postagens com marcador gravata. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador gravata. Mostrar todas as postagens

Gravata em tricot e a Velha História de Quintana

Cachecol gravata e a Velha história de Quintana

Cachecol gravata e a Velha história de Quintana

Cachecol gravata e a Velha história de Quintana

Cachecol gravata em tricot com o fio em tons de marrom e que possui um brilho é perfeito para essa peça pela maciez e leveza que possui.

A receita disponibilizo abaixo para as minhas leitoras que são tricoteiras:


Colocar 3 pontos na agulha e fazer 2 carreiras em tricô.
A seguir, para cada começo de carreira em tricô, tanto no direito como do lado avesso do trabalho, aumentar 1 ponto ( até completar 26 pontos).
Fazer 10 carreiras de tricô sem aumentar a quantidade de pontos, e depois dividir os pontos intercalando-os, com isso ficando 13 pontos sem fazer em uma agulha auxiliar.
Fazer com cada parte separada (13 pontos) 5 cm em barra 1/1 e posteriormente juntar novamente em uma única agulha do mesmo modo que foram separadas.
Com os 26 pontos fazer 35 cm em tricô.
Fazer 2 pontos juntos até ficarem 13 pontos, fazer 5 cm em ponto barra 1/1 e depois aumentar um ponto p/ cada ponto existente na agulha, para voltar com 26 pontos.
Tricotar 10 carreira em tricot e para começar a fazer o bico diminuir 1 ponto de cada começo de carreira até restarem 3 pontos dos quais devem ser arrematados de uma única vez.

O livro que usei é o Faz de Conto que é o livro que a Laura andava nas mãos e que é ótimo,  o conto de Mario Quintana - a Velha história abre o livro e coloco a capa e a Sinopse abaixo:
Cachecol gravata e a Velha história de Quintana


Sete contos curtos, expressivos e surpreendentes! Escritos por sete grandes nomes da literatura brasileira contemporânea, as histórias, ao mesmo tempo que encantam e divertem, convidam o aluno-leitor à reflexão, à análise crítica da realidade. 
Em "O homem que Espalhou o Deserto", a criança depara-se com o menino que aprendeu muito cedo a desbastar as árvores. Em "A Revolta dos Guarda-Chuvas", conhece o homem cheio de manias, dono de 95 guarda-chuvas. 
Em "Os Meninos Verdes", sensibiliza-se com as criaturinhas desconhecidas no quintal de Dona Cora. No quintal da Casa Velha da Ponte sempre tivemos horta com verduras, legumes. Também pomar com árvores de frutas variadas (...) Certo dia (...) apareceram duas plantas diferentes. Ainda há mais... "Velha História, "Vovô General, Vovó Vedete", "Adivinha, Adivinhão!", "Uma Ideia Toda Azul".